Translator

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Extravio


Por Osmar J. Santos

Selou o envelope e entregou-o à atendente.
Esperou resposta como quem, à janela, espera o canto matinal dos pássaros.
Ela não veio.

Dia após dia, a angústia do silêncio lhe tomava.
Seus dias ficaram mais tristes.

Dia após dia, a angústia do silêncio lhe tomava.
Seus dias (também) ficaram mais tristes.

Ela nunca soube que a carta fora postada.

Ele, que a carta não chegou a suas mãos.

Certos quanto a não correspondência, calaram-se.
O mal entendido fez-se distância. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário