Translator

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

sábado, 23 de junho de 2012

Pela Janela

Por Osmar J. Santos





Fiquei, durante esse tempo, apenas te olhando pela janela,
seguindo seus passos com os olhos.
Fiquei quieto, em silêncio,
com vontade de falar no teu ouvido,
de gritar pro mundo inteiro.

Foi preciso...

agora sei que é inverno
e que o vento já é forte lá fora,
e que a chuva já ensaia os primeiros pingos,
e que os dias já não são tão claros,
e que teu coração não sei...

Mas sairei da janela.
Vou abrir a porta e enfrentar
o frio,
a chuva,
o escuro
e um coração que (sem querer) acabei machucando.

6 comentários:

  1. ah seu ordinário... tu anda por ai machucando corações é? foi por isso que você sumiu do face?? coisa mais feia... parece até comigo, na janela... vendo a vida...

    texto lindoooooo pra variar né? você é o mago! mas nem por isso deixo de dizer: vá remendar o coração que você partiu, seu descarado. rs

    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "ções", no plural?? não... juro que foi um coração só! Mas confesso que já é muito considerando o que sinto pela sua Dona! Sumi mesmo um pouco do face, mas foram vários os motivos...
      ["coisa mais feia..." seguido de "parece até comigo"], não combina muito... você é linda! rsrsrss

      obrigado pelo "texto lindoooooo"! mas elogio a parte, tou meio sem moral né? ordinário...descarado... rsrsrs
      mas pode deixar que vou cuidar direitinho desse coração sim!
      bju pra ti também!
      saudades!

      Excluir
  2. só mesmo você pra conseguir enxergar qualidades em mim até quando os defeitos aparecem, rs.

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e só você pra ter tanta paciência assim comigo! ;)

      Excluir