Translator

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

domingo, 5 de agosto de 2018

Osmar J. Santos




Dissolve-se.
Faz-se fluido e sob o Sol,
caminha entre as pedras.

Se te prendo entre os dedos,
não demoras me escapa.
Se desato os laços,
não demoras e retorna.

Sob o Sol
e caminhando entre as pedras,
apenas contemplo o seu vai e vem.

terça-feira, 18 de abril de 2017

O lindo sorrir dos seus olhos

Osmar J. Santos


Não era de riso fácil
mas cada vez que lhe arrancavam um sorriso,
ganhavam em troca não só o desenhar dos seus lábios
mas sobretudo o brilho dos seus olhos.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Das escolhas que se faz

Osmar J. Santos

Há quem não suporte uma segunda-feira.
E há quem prefira ser feliz a semana inteira.

sábado, 21 de janeiro de 2017

Osmar J. Santos

Que ventos te trazem?
Deixar-te-ão para sempre aqui
Ou seria o sempre tempo demais?
E se assim for, a que canto irás?
Levarás a mim contigo
Ou ficarei logo para trás?

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Por essas linhas

Osmar J. Santos

Não sei onde essas linhas me levarão.
Tudo que sei é que tenho por elas caminhado.
Tudo que sei é que cheguei até aqui.

domingo, 30 de outubro de 2016

Atemporal

Osmar J. Santos

Parece mesmo muito pouco importar
quanto tempo passou desde a última vez.
É como se o vento sempre trouxesse de volta
um inverno que nunca passou.

domingo, 16 de outubro de 2016

Poeme-se

Osmar J. Santos

Torne poema tudo quanto puder.
A vida tratará de devolver-te em poesia.